IV Caravana Cultural passa por Cansanção

1

DSCN0682

Cansanção recebeu nesta quinta-feira (29), na câmara municipal de vereadores, a IV Caravana Cultural, promovida pela Secretaria de Cultura do estado da Bahia (SecultBA). A Caravana é composta pelo secretário estadual de cultura, Albino Rubim, e dirigentes dos principais órgãos e instituições vinculados à Secretaria. Nessa quarta edição, visitou três territórios de identidade: Sisal, Semiárido Nordeste II e Sertão do São Francisco, com o objetivo de conhecer a realidade e adequar ações públicas às demandas de cada lugar.

Recepcionada na cidade pela chefe do departamento municipal de Cultura, Thais Macedo juntamente com sua equipe, (Raul Andrade e William Lopes), além da secretária de Educação, Valdirene Rosa, e os vereadores Rodrigo Gomes, Gisania e Licuri, a caravana promoveu debates, apresentações e trouxe uma biblioteca móvel, essa, bem apreciada pelos alunos da rede municipal de ensino.

dsc_0265Debate

Uma das questões colocadas pela comunidade local foi a forma de distribuição de recursos fora os editais, já que muitas pessoas que coordenam ações sociais e culturais no interior não possuem a técnica necessária para escrever projetos. A SecultBA enfatizou o apoio a projetos a partir de editais, sendo muito menor a distribuição de recursos fora dele, como explica o Secretário de Cultura Albino Rubim: “Os editais fazem com que o processo de escolha seja justo e democrático. Qualquer pessoa, independente de onde ela seja ou quem ela conheça, pode ser contemplada” e completa “A Secretaria de Cultura sabe que há pessoas com dificuldade para escrever projetos, por isso possui o que chamamos de Projeto Simplificado. Este tipo de edital permite que as pessoas apresentem seus projetos de forma oral, com a gravação de um vídeo. Esta é a maneira que achamos para continuarmos distribuindo recursos via edital, pois acreditamos que este seja o modelo mais correto e republicano”.

dsc_0275

dsc_0281 Mostra Cultural

A primeira apresentação foi uma leitura e interpretação pela artista Cansançãoense Beth de um trecho do livro Gosto de África, do historiador e escritor Joel Rufino dos Santos. Logo após, as crianças da Comunidade Quilombola Jatobá entoaram cantos típicos das casas de farinha de sua comunidade – a letra da cantiga descreve os instrumentos usados no trabalho. A terceira apresentação ficou por conta do cordelista João do Jatobá, que recitou o poema “O Povo Negro”. Fechando a Mostra, foi projetado o DVD “Nossa Gente, Nossa Terra, Nosso Chão” sobre a cidade de Cansanção, produzido pelos Departamentos de Cultura e Comunicação do município.

dsc_0217Biblioteca Móvel

A Biblioteca Móvel da Fundação Pedro Calmon, trouxe livros e ações de incentivo à leitura. O acervo de 1500 títulos entre jornais, revistas, livros e outra publicações, foi bem recebido pelas crianças​.

“A presença da Biblioteca Móvel confirma a importância deste equipamento cultural, ao mesmo tempo em que incentiva as comunidades dos municípios a repensar o seu modelo de distribuição da informação”, pontua a diretora da Biblioteca de Extensão, Gleide Machado.

SAM_0863

[nggallery id=279]

1 COMMENT

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here